ESWT4.jpg
 

Terapia por ondas de impacto - "Extra-corporeal shockwave therapy - ESWT

A Terapia por Ondas de Impacto ) – Extracorporeal ShockWave Therapy (ESWT ) – é um método recente que tem sido utilizado para tratamento de algumas patologias musculoesqueléticas. É um método não invasivo, feito em consultório. 

A ESWT consiste em aplicação, no local da lesão musculoesquelética, de uma sequência de pulsos mecânicos sonoros de alta energia e alto gradiente de pressão, os quais geram um processo denominado de mecanotransdução.

Essa energia penetra no tecido lesado e provoca cavitação (rompimento de microbolhas com consequente microrroturas teciduais). Isso gera reações bioquímicas intracelulares, aumento da vascularização (neoangiogênese) e da celularidade. Por fim, há estimulo do processo regenerativo tecidual. 

Além do fator analgésico e regenerativo tecidual, a ESWT também é utilizada em casos de pseudoartrose óssea, pois tem o poder de gerar proliferação óssea e remodelação do esqueleto.

A aplicação destas ondas é feita através de ponteiras, que podem ser focais (geram energia em um foco) e radiais (divergem de um foco). A ponteira escolhida, o número de sessões, intervalos, intensidade e frequências da TOC varia para cada patologia e tolerância de cada paciente. Não é um procedimento indolor.

O hall de aplicação da ESWT é bem vasto compreendendo:

  • Patologias Musculotendíneas

    • Tendinopatias crônicas;

    • Tendinopatia calcificante do ombro ;

    • Epicondilopatia lateral do cotovelo (“cotovelo de tenista”);

    • Síndrome da dor do trocanter maior (bursite trocantérica);

    • Tendinopatia patelar;

    • Tendinopatia de Aquiles;

    • Fascite plantar, com ou sem esporão do calcâneo.

       

  • Patologias ósseas 

    • Recuperação óssea retardada;

    • Não-União Óssea (Pseudoartrose); 

    • Fratura por estresse; 

    • Necrose óssea avascular sem desarranjo articular; 

    • Osteocondrite dissecante sem desarranjo articular.

       

  • Patologias da pele 

    • Feridas não cicatrizantes;

    • Úlceras cutâneas; 

    • Feridas por queimadura não circunferenciais.

Agendamento pelo WhatsApp

Whatsapp_edited.png
Custo e pagamento dos tratamentos: 

A viscosuplementação no quadril trata-se de uma nova tecnologia e, por isto, ainda não se encontra no hall de procedimentos tabelados pela ANS, sendo, portanto, uma terapia complementar custeada pelo próprio paciente, ou seja, paga de forma particular. 

O custo do tratamento é individulalizado para cada caso, levando-se em consideração a quantidade de material que será empregado no tratamento e na técnica necessária para a sua aplicação, sendo definido com base na consulta médica, avaliação clínica do paciente e dos exames complementares. 

Aviso Legal:
Nenhuma das informações contidas neste site visam substituir a consulta com um médico especializado, nem ao menos como recomendação de tratamento. Todas as informações no entanto, são embasadas nos últimos artigos publicados sobre as respectivas áreas da Medicina. As opiniões não tem vínculo com nenhuma instituição. O médico não pode realizar procedimentos a distância ou por e-mail. Marque uma consulta para avaliar sobre problemas pessoais específicos.

 

- Normas da CFM.
De acordo com Art. 8º da Resolução CFM 1974/11 de Publicidade do Código de Ética Médica, os vídeos têm somente caráter de prestar informações de fins estritamente educativos.