Osteonecrose da Cabeça do Fêmur

A Necrose Avascular também é conhecida como Osteonecrose Avascular da Cabeça do Fêmur (ONCF), onde o termo avascularrefere-se à falta do suprimento sanguineo à cabeça do femur, no quadril, e necrose à morte celular. Osteo é o prefixo de osso, assim o termo osteonecrose refere-se à morte do tecido ósseo pela falta de circulação sanguínea. As articulações mais comumente afetadas são: ombros, punhos, quadril / bacia, joelhos e tornozelo. Sua origem pode ser decorrente a um trauma (acidente), doenças sistêmicas, consumo de bebida alcoólica e de corticóides (medicamentos), além da forma de origem não definida (idiopática)

NECROSE AVASCULAR E A EVOLUÇÃO PARA A ARTROSE / DESGASTE DA ARTICULAÇÃO

 

A área em torno da região com perda da ciruculação ou a região que sofreu necrose pode degenerar ou sofrer fraturas levando a seu colapso: achatamento e deformação da articulação. Se a arquitetura da articulação estiver danificada incia-se uma destruição progressiva da articulação envolvida, que pode ocorrer de forma rápida, principalmente se a área afetada tiver uma extensão maior. Entretanto, em alguns casos a arquitetura óssea ainda apresenta alguma estabilidade e o colapso pode ocorrer mais lentamente. São nestes casos que a Medicina Regenerativa pode atuar, a partir do diagnóstico precoce e início imediato do tratamento, sendo estes a chave para a prevenção da cirurgia de prótese / artroplastia total da articulação envolvida. Assim, se o processo de artrose puder ser tratado, com as técnicas da terapia viscobiológica, a evolução inexorável deste paradigma talvez possa ser alterada.

CLASSIFICAÇÃO DA NECROSE AVASCULAR

 

A Necrose Avascular foi classificada em graus de evolução a partir do exame radiográfico e de Ressonância Magnética.

Tipicamente, quanto maior a destruição da articulação, pior é o resultado com o tratamento não cirúrgico (prótese). Nos casos com menor colapso ou destruição da articulação têm sido tratados com sucesso com o uso da terapia viscobiológica. A artrose secundária, coma a que ocorre após um evento traumático (acidente) aumenta a destruição articular, especialmente se associada a Necrose Avascular. Esta artrose secundária pode ser ainda mais importante de ser tratada com estas técnicas preservadoras. 

NECROSE AVASCULAR E A PRÁTICA DE ESPORTES

 

A Necrose Avascular pode advir de traumas esportivos, levando ao encerramento precoce da carreira do atleta. O caso mais famoso foi do jogador de futebol americano Bo Jackson, que manteve a prática esportiva sem tratar sua lesão e desenvolveu a Necrose Avascular, também não tratada, evoluindo para a artrose e prótese total do quadril, encerrando sua carreira como atleta. Nem todos os casos de Necrose Avascular resultam no colapso da articulação a ponto de necessitar sua substituição com uma prótese. Vários atletas tem sido tratados com sucesso de áreas de necrose envolvendo o tornozelo, joelho e quadril, mantendo sua função preservada e a participação em competições esportivas, incluindo atividades que envolvem o impacto como tenis e corrida. Os atletas Norte Americanos estão, cada vez mais, recorrendo às técnicas preservadoras da articulação com o uso das terapias viscobiológicas, que visa controlar a dor e melhorar a condição dos tecidos lesionados e, assim, prolongar sua carreira esportiva.

ALTERNATIVAS À PRÓTESE

 

Tratamentos não cirurgicos que utilizam as técnicas com a terapia viscobiológica são alternativas às cirurgias e à substituição completa da articulação com a prótese / artroplastia total.

 

A Necrose no tornozelo é extremamente dramática pois seu tratamento cirúrgico com uma prótese não é tão bem sucedido como quando ocorre no quadril / bacia e joelho. A fusão da articulação do tornozelo (artrodese) é ainda menos desejável em vários casos, fazendo das técnicas com a terapia viscobiológica uma alternativa extremamente artraente em alguns casos.

 

A Necrose do punho pode estar associada ao osso escafóide e, assim como no tornozelo, a fusão (artrodese) do punho leva a limitação da mobilidade, que pode ser indesejável em vários casos.

 

A cirurgia de prótese do ombro ainda apresenta resultados extremamente limitados se comparado a cirurgia de prótese do quadril / bacia e joelho, atuando principalmente para o alívio da dor mas com resultados funcionais, com a perda e limitação acentuada dos movimentos.

 

A cirurgia de prótese do quadril / bacia e joelho são procedimentos mais frequentes e bem sucedidos, mas contudo, não são isentos de riscos. Atletas e pacientes jovens, ativos, em especial estão mais interessados em evitar este tipo de cirurgia de colocação de prótese, sendo as técnicas com a terapia viscobiológica, para a Necrose Avascular / Osteonecrose, uma alternativa envolvente, que objetiva preservar a articulação para outras modalidades de tratamentos futuros.

Aviso Legal:
Nenhuma das informações contidas neste site visam substituir a consulta com um médico especializado, nem ao menos como recomendação de tratamento. Todas as informações no entanto, são embasadas nos últimos artigos publicados sobre as respectivas áreas da Medicina. As opiniões não tem vínculo com nenhuma instituição. As informações aqui contidas não substituem a avaliação médica. O médico não pode realizar diagnóstico e tratamento a distância ou por e-mail. Marque uma consulta para avaliar sobre problemas pessoais específicos.

 

- Normas da CFM.
De acordo com Art. 8º da Resolução CFM 1974/11 de Publicidade do Código de Ética Médica, os vídeos têm somente caráter de prestar informações de fins estritamente educativos.

® 2013 por João Lopo. Site registrado em cartório, todos direitos reservados.

  • Whatsapp_edited
  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

Rua Paracatu, 1026, Sl 501 

Belo Horizonte, MG 30.180-091

 +55 (31) 9 9949-7500